sexta-feira, 16 de outubro de 2009

Secou a gasolina

O marcador da gasolina não funciona. Mais: Nenhum frentista consegue fechar o tanque do fusca direito. Quando o marcador da gasolina não funciona, o melhor conselho é manter o tanque sempre cheio. Quando nenhum frentista sabe fechar o tanque de gasolina, não é legal manter o tanque cheio porque é certo que a gasolina vai vazar e estragar toda a pintura do fusca. Aliás, a lataria do sedan já esta toda marcada por causa dessas coisas.

Ontem, eu tinha ideia de que a gasolina estava no fim. Fui até o posto, mas fui pra tomar um café. Pensei: “Ah... acho que tem pra mais um dia”. Até em casa tudo bem. Gasolina o suficiente.

Hoje, pela manhã, estou saindo atrasada para o trabalho. Quando fui atravessar a RS 122, na frente de casa, o fusca morreu na hora de arrancar. Achei que era coisa dos 11°C que o termômetro marcava hoje cedo. Insisti.

Mal cheguei até o acostamento o fusca morreu. Secou.

Liguei para o meu pai. Ele estava em Caxias. Pedi carona pra minha irmã. Cheguei 30 minutos atrasada no trabalho. Abandonei o fusca no acostamento da Rodovia.

Meu pai ficou de providenciar o combustível.

quarta-feira, 14 de outubro de 2009

Velocidade

Bem. Há um mês, eu andava com a manivela do vidro estragada – sempre tem que ter algo que não está funcionando muito bem no fusca. O vidro só abria até a metade. Ao menos, fechava todo.

Ontem comecei a ouvir um barulhinho. Parece vir debaixo do fusca, ao lado do motorista e a sonoridade lembra vários ferros batendo (!?). Ok. Um tilintar dá pra aguentar.

Ao final do expediente da manhã de hoje, estou dirigindo o sedan para a minha casa. A que velocidade estou? 20km/h? Ops! Velocímetro parado e duas lombadas pela frente.

Deu tudo certo. Foi tudo bem. Mas o meu fuqui vai ter que voltar ao médico, em breve.

Ah! A parte legal. Tava um calorzinho quando voltei pro trabalho à tarde. Fui abrir a janela e... a manivela voltou a funcionar!