segunda-feira, 28 de junho de 2010

Camiseteria

Acabei de receber um mail com um modelo de camiseta muito massa na news da Camiseteria. Pra quem curte Beetles and Beatles:
Curtiu também e quer comprar? Vai lá no site da Camiseteria!

sábado, 26 de junho de 2010

O turbinado

Depois de postar o trailer do filme que revelou Herbie, não pude deixar de procurar o de Herbie Fully Loaded e, claro, postar aqui. Segue:

quinta-feira, 24 de junho de 2010

Clássico

Dia 22 de junho, foi o Dia Mundial do Fusca. Como eu me passei na data, vou postar hoje a minha homenagem. Quem acompanha o blog ou já andou de sedan alguma vez, sabe que todo fusca tem um pouco de Herbie. Fica a homenagem, com um grande clássico:

domingo, 20 de junho de 2010

Ganhei um fusca!

Dia 18 de junho foi meu aniversário. Daí, hoje, ganhei um fusca! Mas não é bem assim. É um porta-retrato em formato de fusca, da Imaginarium, igualzinho a esse da foto:
 
Quando eu fizer uma foto legal pra colocar no fusca, eu mostro aqui no blog...

sexta-feira, 18 de junho de 2010

Sem gasolina? Eu?

Hoje tive mais um dia engraçado – e constrangedor – com meu querido besouro. Todas as (milhares de) vezes que fiquei sem gasolina, eu estava sozinha. Desta vez, eu, super prestativa em dar carona, estava com duas amigas: a Carine, que é parceira de longa data, e a Juliana, que conheço há tempo, mas convivo a pouco, dois sábados, melhor dizendo.

Chovia... Nós voltávamos de Caxias do Sul, junto com a Gane, em uma carona (da Vânia) que iria só até o meu “sagrado” bairro. Daí, eu disse:

- Eu tenho que ir pro Centro, eu levo vocês.

Então, paramos na minha casa, peguei o fusca e fomos.

Chovia muito mais.... Chegando ao trevo, próximo à entrada para o bairro Monte Belo, eu vi que o marcador da gasolina – que nunca se mexe, mas está sempre no máximo – estava zerado. Apontando pra ele, falei:

- Não dêem bola tá, ele não marca direito – e, na mesma hora, o Herbie, digo, meu fusca fuuu... Foi morrendo e eu larguei no acostamento morrendo de vergonha – Gurias, tô sem gasolina!

Claro, nós rimos bastante – ainda bem – mas eu fiquei com a cara mais amarela do mundo. Liguei logo pra minha mãe (com o celular da Carine, pois o meu Sony Ericsson tá sempre sem linha) socorrer – sempre minha mãe, querida. Ela passou pela gente e foi até o Posto.

(Vale fazer um parênteses pra contar que, depois daquela batida, eu pedi pro chapeador arrumar também a lateral do fusca, que estava “machucada”, pois o tanque sempre vazava. Desde esse dia, eu parei de manter o tanque cheio, pra evitar que a gasolina fosse por cima. Ao invés de trocar a tampa, né?)

Chovia mais ainda... Enquanto esperávamos, eu, muito constrangida, contava as minhas milhares de histórias com o fusca tentando fazer com que o tempo passasse mais rápido... De repente, uma camionete azul, com carroceria, encosta na frente do fusca e dá ré com toda a vontade do mundo. As gurias:

- Vai bater! Vai bater! Vai bater!

Eu desesperada, comecei a dar sinal de luz, e a camionete parou, muito, mas muito perto do pára-choque do fusca. Ufa!

Por causa da chuva excessiva, os vidros estavam embaçados... Um cara bem estranho desce da camionete e vem até o fusca, debaixo da chuvarada. Eu abro o vidro:

- Pensei que era o Tide! – apelido do meu pai, Alcides – Precisa de ajuda?

- Não, não, minha mãe já foi buscar a gasolina!

Logo, minha mãe chegou, com o frentista junto – pra me matar ainda mais de vergonha – eles encheram o tanque e fomos até o Centro de fusca! Eu, a Carine, a Juliana e o frentista...

quinta-feira, 3 de junho de 2010

New Beetle

Um New Beetle eu tenho, pena ele ser tão pequeno... O Volkswagen New Beetle é da escala 1:32. Minha mãe trouxe ele de Nova Iorque e eu dou risada dela porque eu acho que ela viajou foi pro Paraguai, pois chegou em casa com um monte de produto Made in China. Como dá pra ver, os caras já rebaixaram o carrinho pra Táxi, mas tudo bem...