quarta-feira, 20 de julho de 2011

A origem do Hoodride

Recebi via Facebook uma indicação de site. É o Carango PB, um site que aborda o universo automotivo em geral. Recebi, especificamente, um link que fala de Hoodride e Ratrod. Curto muito esses modelos, mas não conhecia a origem dos termos e achei muito interessante. Segue reprodução do post:



Hoodride é um segmento da cultura Hotrod, cultura que surgiu em meados da década de 30 nos EUA, quando os jovens com pouco investimento compravam enormes motores v8 e os adaptavam em carrocerias abandonadas. A falta de dinheiro fazia com que o carango permanecesse com uma aparência abandonada e um grande motor aparente, desse movimento surgiu uma nova cultura, o Ratrod, e logo após, surgiu o Hoodride, que se diferencia do Ratrod pelo fato dos seus modelos serem comprados geralmente em bom estado e a aparência abandonada ser causada propositalmente, ou seja, eles são carros velhos, envelhecidos mais ainda.  O custo de um Hoodride pode ser alto, geralmente são investidos acessórios de alta qualidade em seu interior e os componentes como chassi e caixa de rodas são mantidos isoladas do ferrugem, a suspensão é uma das partes que mais recebe investimentos, já que a intenção é fazer com que o carango se arraste no chão. O Hoodride é um estilo nato de VWs, é aplicado principalmente em carros, como fusca, brasilia e kombi, pelo fato de ser facilmente encontrados em ferros velho e ao seu baixo custo. Agora você já sabe, não se assuste quando aparecer na rua um carro que parece ter ficado anos afundado num rio ou levando chuva, são os Hoodrides.
 ***

Chata é essa história de ter que explicar pros leigos porque a lata tá detonada, porque tem massa no paralama, porque "estragou" o Fusca e coisa tal... Não tenho paciência. E ninguém tem obrigação de gostar.




Um comentário:

Anônimo disse...

Muito legal Shamila, o seu blog está cada dia melhor!

abraço

Henrique/FDR

http://fuscadorock.blogspot.com/